Querida Família Piedade!

postado em: Publicações | 0

O Domingo de Ramos abre as festividades e cerimônias da Semana Santa, considerada a semana maior para a fé cristã. É como que um grande retiro espiritual do povo de Deus e a Liturgia do Domingo de Ramos se divide em dois momentos principais:

No primeiro momento, celebramos a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, sendo acolhido pelo povo com ramos de oliveira e aclamações dizendo: “Hosana, o filho de Davi, Bendito o que vem em nome do Senhor, Hosana nas alturas.” E na língua hebraica, a palavra Hosana significa: Salva-nos, por favor!

Jesus é reconhecido pelo povo como Messias e verdadeiro Rei e o seu reinado é de justiça, de paz e fraternidade, solidariedade, compaixão, misericórdia, de amor fraterno e vida com dignidade para todos. Por isto mesmo, todos os Cristãos, filhos e filhas de Deus, devem promover os valores do Reino de Deus, do mundo em que nós vivemos, sempre mais, acolhendo esta missão da vida. Sobretudo em tempos difíceis de pandemia semeando assim, a fé, a esperança, a confiança em Deus e o amor nos corações humanos.

No segundo momento, a Liturgia do Domingo de Ramos, já antecipa a Paixão do Senhor, a Paixão de Cristo, que nos revela sua entrega total e plena de amor, em favor da humanidade. Jesus, ao clamor pela salvação, Ele responde doando a sua própria vida na Cruz, na certeza da sua vitória. Então, toda esta Liturgia tão abençoada, ela está nos convidando a seguir os passos do Senhor, de Jesus, a caminhar sempre mais na presença amorosa de Deus, superando cruzes e desafios e celebrar com Ele, a vitória da vida.

Também nós, somos chamados a reconhecer Jesus, como Senhor e rei da nossa vida, verdadeiramente, somos chamados e interpelados por Deus, a testemunhar o seu amor no hoje da nossa história.

Neste mundo marcado por tantos desafios na atualidade, repito e reforço, todos os Cristãos, todos os filhos e filhas de Deus, recebem a missão de proclamar autenticamente em palavras e ações, o seu testemunho de amor, de fé, de esperança, de diálogo e fraternidade na construção de uma cultura do amor, da vida e da paz.

Muitos fiéis, muitos cristãos aproveitam esta liturgia belíssima, do Domingo de Ramos, para colocar em suas casas, na porta, na  janela, na entrada, um ramo em sintonia de fé e comunhão de oração, com toda esta liturgia belíssima do Domingo de Ramos.

Portanto, ainda que virtualmente, participemos bem desta Liturgia tão abençoada e de toda a Semana Santa como a Celebração da Páscoa do Senhor. Que seja este, mais uma vez, o momento tão favorável e  oportuno para a santificação de nossa famílias e do mundo em que nós vivemos, tão sedento do amor de Deus.

Desejamos a todos um Abençoado Domingo de Ramos e uma Semana tão Santa, para todos nós!

Marcelo Batista

Prof. de Educação Religiosa e Ética

Colégio Nossa Senhora da Piedade

Congonhas – MG.