Projeto: Diálogos: histórias, experiências e (re)encontros (6º encontro)

postado em: Publicações | 0

Retomando as atividades contempladas no Projeto Diálogos: histórias, experiências e (re)encontros, que visa convidar ex alunos e também profissionais da cidade para um momento de troca de experiências de vida e de profissão, para os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio, aos vinte e nove dias do mês de maio, o primeiro convidado deste ano foi o engenheiro Marco Antônio Sabará. Dono de uma vasta biografia e de uma variedade incrível de dons, Marcos oportunizou uma manhã de muita reflexão aos presentes com a palestra: Entre a realidade e os mitos: conhecendo um pouco mais sobre as Engenharias.

Ainda que engenheiro, Marcos tem poemas e livros publicados e chamou a atenção dos alunos para o fato de que todas as pessoas nascem com aptidão para uma área de atuação, são os chamados dons, aquilo que é inato/inerente a cada um e que, durante a vida temos que aprimorá-los e nesta busca pelo aprimoramento do que a vida nos presenteou, temos que procurar vencer as limitações dos outros quesitos em que não somos tão bons, mas que em contrapartida, são necessários para que desenvolvamos da melhor forma possível aquilo que a vida gratuitamente nos presenteou.

Seguindo esta linha de raciocínio, Marcos levou os alunos a refletir sobre seus próprios anseios e a pensar o que motiva um estudante a escolher cursar a Medicina, por exemplo, ou mesma a Engenharia. Ainda que sejam áreas tão distintas, em nenhuma delas o anseio detonador não pode nem esbarrar em status, ou o dinheiro que a profissão possa oportunizar.

“Ninguém pode desejar cursar Medicina pelo status que o título oportuniza, ou imaginar que tornando-se um(a) doutor(a) irá enriquecer. O mesmo na Engenharia e nas tantas outras profissões que existem e nas que ainda virão a existir”. Se o pontapé inicial é tão ínfimo, vale repensar, buscar outra área … e aconselhou: “Procure se conhecer e busque o seu melhor primeiramente por você, afinal “você” precisa ser o primeiro realizado psíquica e emocionalmente em sua profissão. Realização financeira é antes de tudo, uma necessidade neste mundo capitalista e desigual. Por isto, busque ser o melhor naquilo que a vida te presenteou e na carreira que você decidir seguir“, compartilhou Marcos.

E prosseguiu mostrando aos alunos que um bom Engenheiro não pode ser bom apenas em cálculos, ele tem que saber escrever, se comunicar, se expressar e estabelecer contato com seu arredor e com as pessoas que o cercam e que com ele trabalham. Destacou que a leitura é uma necessidade inerente a toda e qualquer profissão. É preciso ler sempre, buscar por novidades, descobertas, experiências que estão acontecendo e sendo desenvolvidas em sua área e no mundo como um todo.

Marcos ainda conversou com os alunos sobre as diferentes áreas de atuação das engenharias, sobre remuneração e o mercado de trabalho e também sobre como deve ser a escolha da instituição de ensino que desejarão cursar.

Conforme já mencionado, a manhã foi muito rica e prendeu a atenção. Ao final, Marcos ainda permitiu que os alunos fizessem perguntas e o que se pôde notar é que não somente os interessados nas diferentes Engenharias disponíveis o questionaram. Alunos interessados em outras áreas compreenderam muito bem o recado passado e demonstraram o quanto a experiência do palestrante ao pontuar que, independente da área escolhida ou da área de aptidão, é dever do aluno, do futuro profissional, conciliar e aprimorar suas forças e suas fraquezas na busca de se tornar um profissional pautado na competência e em experiências. Detalhe muito frisado pelo palestrante: “Nunca se acomodem em suas profissões, desafiem-se a viver novas experiências, fazer novas descobertas”. Quanta sabedoria, não é mesmo?

Em nome de toda  a equipe pedagógica e administrativa, transmitimos os sinceros agradecimentos a Marco Antônio Sabará, por enriquecer e oportunizar esta manhã tão rica aos alunos.

 

Matérias anteriores:

Projeto: Diálogos: histórias, experiências e (re)encontros (1º momento)

Projeto Diálogos: histórias, experiências e (re) encontros (2º encontro)

Projeto: Diálogos: histórias, experiências e (re) encontros (3º encontro)

Projeto: Diálogos, histórias, experiências e (re)encontros (4º encontro)

Projeto: Diálogos: histórias, experiências e (re)encontros (5º encontro)

 

 

    Uma escola da Rede Piedade de Educação