Em vista ao Museu de Congonhas, estudantes realizam uma verdadeira imersão na história de Congonhas

postado em: Publicações | 0

Visando estimular o reconhecimento da história de nossa cidade e fornecer aos estudantes espaço de ensino e aprendizado não formal, no último dia 13 de julho, às vésperas de saírem para o recesso escolar, foi oportunizado aos alunos dos segundos anos das professoras Sandra Mara e Vânia Márcia, juntamente com a professora de Artes, Josiana Dutra,  uma visita ao Museu de Congonhas.

Na oportunidade, os discentes realizaram uma verdadeira imersão na história de Congonhas, podendo fazer ainda uma rica  conexão entre passado e o presente, numa proposta interdisciplinar que favoreceu, de forma muito prazerosa, o diálogo sobre a cultura, a arte e a rica história dessa terra mineira.

Vejam algumas fotos:

O Piedade é assim: Único!

Quem conhece ama!!!

 

Projeto Rádio Arte Piedade desperta a sensibilidade crítica dos estudantes referente a informações de cunho cultural, históricos, econômicos, políticos e sociais.

postado em: Publicações | 0

Os meios de comunicação são de suma importância no âmbito educativo, uma vez que são ferramentas essenciais no processo ensino-aprendizagem. Assim, a proposta interdisciplinar apresentada aos alunos dos 9ºs anos do Ensino Fundamental II, por meio do projeto Rádio Arte Piedade desenvolvido pela professora de Arte, Cristiane Melo, em parceria com o professor de História, Herinaldo Alves e de Redação, Josimery Diniz, além de considerar os conhecimentos prévios dos alunos, visa despertar nos estudantes, a sensibilidade crítica referente a informações de cunho cultural, históricos, econômicos, políticos e sociais.

Dessa forma, além de reconhecer os adolescentes como produtores de cultura, com a proposta, o Colégio Nossa Senhora da Piedade oferece ainda, um espaço interno para que, por meio da comunicação e do teatro, seus educandos possam apropriar-se ainda mais dos recursos multididáticos/multimeios desenvolvendo a criatividade e a imaginação, além de interagirem entre si, em prol de buscar a melhor metodologia para desenvolver a proposta e os temas escolhidos nas diferentes abordagens que irão tematizar.

Assista:

 

O Piedade é assim: Único! Quem conhece Ama!!!

 

 

 

 

Em aula prática no Laboratório de Ciências, estudantes observam Protozoários e músculo animal através do microscópio

postado em: Publicações | 0

Nada como a possibilidade de uma visão ampliada do experimento que o professor preparou para a aula prática no Laboratório de Ciências. Os estudantes quase não conseguiram se conter e o que se ouvia era questionamentos admirados, pois todos queriam ter a oportunidade de ver a lâmina com a preparação a ser analisada.

“Ahhhhh, então isso é um paramécio, professor?” “Ele se move?” “Por que o que estamos vendo é colorido?” “Qual o tamanho dessa célula, professor?” “As células do músculo do braço tem dois núcleos?”

Essas foram algumas das perguntas feitas pelos jovens cientistas dos sétimos anos, em uma aula prática de Ciências em que observaram diferentes seres vivos e estruturas no microscópio óptico.
Acompanhados pelo professor, Matheus Sobral, os estudantes analisaram protozoários de água doce vivos e fixados, bem como células de tecido muscular estriado esquelético.
Por meio da atividade buscou-se possibilitar aos estudantes, ver na prática, diferentes organismos dos Reinos Protista e Animalia, bem como comparar as estruturas destes seres vivos a nível celular.

Ficou curioso? Veja abaixo, algumas fotos dos estudantes exercitando o pensamento e a prática científica.

Em Aula Prática No Laboratório De Ciências, Estudantes Observam Protozoários E Músculo Animal Através Do Microscópio

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

PLEPi Júnior inspira estudantes a desenvolverem arte que retrata a obra lida

postado em: Publicações | 0

Desenvolvido em duas versões (Kids e Júnior), o PLEPi – Projeto de Leitura e Escrita do Piedade apresenta propostas diferenciadas por segmento e por turmas. Assim, enquanto na Educação Infantil (kids), o objetivo visa inicialmente despertar o gosto pela leitura e o mundo encantado da imaginação e da fantasia, bem como auxiliar no processo de aquisição da linguagem; no Ensino Fundamental (segmento Júnior), visa a ampliação do vocabulário, a formação de leitores assíduos, que realmente sintam prazer e vontade de ler as infinitas obras disponíveis, compreendendo a riqueza que há em uma boa leitura e em contrapartida, que passem pelo processo de alfabetização de forma prazerosa e efetiva.

Assim, para a série final do Ensino Fundamental I, o projeto é bem mais abrangente e apresenta propostas distintas a cada obra lida, levando os alunos a, cada vez mais, buscarem novas literaturas, das quais, diferentes propostas de atividades os aguardam e os estimulam a ler cada vez mais, para que se tornem mais conscientes e críticos, a partir das diferentes e prazerosas propostas.

Como mencionado anteriormente, a cada obra lida, diferentes propostas são apresentas aos alunos. Na abordagem aqui apresentada, visando fomentar o espírito criativo dos alunos através de atividade lúdica em que possam se reconhecer como parte do meio, as pedagogas Daniela Vechia e Cláudia Xavier, apresentaram a proposta a seus alunos dos quintos anos; desenvolver a criação de uma arte com massinha de modelar, de forma que, usando a criatividade e a imaginação, procurassem fidelizar as características dos personagens, dos locais por onde a história lida se passa, ou seja, que de forma artística, representassem a história que acabaram de conhecer.

Abaixo, mostra dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos.

Plepi

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

O que é preciso para viver bem?

postado em: Publicações | 0

Um questionamento abrangente, que permite uma infinidade de possibilidades e que dependerá muito particularmente das necessidades e aspirações de quem se coloca a pensar em quais variáveis o deixam feliz e quais necessidades precisam ser conquistadas/alcançadas para que sejam asseguradas a sensação de bem-estar e de realização, seja no âmbito pessoal, profissional, social, etc.

Desta forma, carregado de intencionalidade, o questionamento objetivava levantar questões acerca da moradia, numa visão micro (residência) e macro (perpassando pela rua/bairro/cidade/estado/país). Tomando por base a Declaração dos Direitos Humanos de 1948, no tocante ao direito à moradia,  que estabelece, através de um regime de direito, como uma necessidade básica do ser humano e que, para fazer valer e ter assegurado este direito, a habitação precisa ser digna, adequada e segura, foi solicitado aos alunos que recriassem uma cidade, levando em consideração, o que deve ter assegurado em uma cidade, para atender a todas as necessidades de seus moradores. Um segundo objetivo visava ainda, permitir aos alunos perceber que as cidades podem ser planejadas, visando o bem-estar de cada morador e da comunidade de maneira geral.

Assim, utilizando a criatividade e os conceitos discutidos em sala de aula, no tocante ao que deve compor uma cidade bem estruturada, os alunos foram orientados a confeccionar maquetes que atendessem aos pré-requisitos necessários do que deve compor uma cidade, recriando uma cidade completa, com tudo que é necessário para seus cidadãos e culminando em uma bela e rica exposição.

O Que é Preciso Para Viver Bem?

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

Arte e inspiração culminam em exposição

postado em: Publicações | 0

Inspirados na obra do artista paulista Paulo Nenflídio, alunos dos terceiros anos do Ensino Fundamental I das professoras Adriana H. Bernardes e Carla Maia, realizam exposição de maquetes com esculturas de grilos confeccionados por eles.

O trabalho interdisciplinar, foi proposto na disciplina de Língua Portuguesa, a partir da leitura de um poema cujo grilo era o protagonista e assim os discentes sentiram-se estimulados a também criarem suas esculturas.

Paulo Nenflídio nasceu em 23 de julho de 1976 em São Bernardo do Campo, estado de São Paulo, onde vive e trabalha na criação de suas obras. Formado em Artes Plásticas e em Eletrônica, ele se intitula um artista sonoro. O principal trabalho do artista se concentra na criação de esculturas, instalações, objetos, instrumentos e desenhos. Suas obras se parecem com bichos, com instrumentos musicais e, ao mesmo tempo, com máquinas de ficção científica.

Assim, para confeccionar suas esculturas, os alunos seguiram o estilo do artista escultor Paulo Nenflidio e, como ele, usaram materiais descartáveis/sucatas a que tiveram acesso; criaram suas esculturas e, atraindo a atenção e admiração dos observadores, ainda tiveram a oportunidade de exibi-las nos corredores do Colégio.

Exposição

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar

Utilizando materiais alternativos e os princípios de física estudados, estudantes constroem máquinas simples e compostas

postado em: Publicações | 0

Ao ouvir a palavra “máquina” é comum que, instantaneamente, pensemos em invenções compostas por motores, peças de aço e dispositivos digitais altamente sofisticados. No entanto, as máquinas já fazem parte da humanidade há muito mais tempo do que imaginamos. No Egito Antigo (2550 a.C.) por exemplo, já se utilizavam rampas, cunhas, guindastes e alavancas, por exemplo, na construção das pirâmides.

Vale lembrar que na Física, uma máquina simples é tudo aquilo capaz de facilitar a realização de uma tarefa cotidiana, por meio da modificação do sentido e/ou, intensidade, ou direção de aplicação de uma força; e uma máquina composta é a associação de diferentes máquinas simples. São princípios de máquinas simples: as alavancas, sistemas roda-eixo, planos inclinados, polias ou roldanas.

Assim, sob orientação do professor de Ciências, Matheus Sobral, os estudantes dos 7ºs anos colocaram a mão na massa e construíram diferentes máquinas utilizando materiais alternativos e princípios de física estudados em sala. Dentre as diversas invenções apareceram: catapultas, carrinhos, balanços, lixeira, estilingue, elevadores, poços, entre outros.

A atividade culminou na produção de vídeos que foram postados pelos educandos no website padlet – um mural online que possibilita a interação – e buscou permitir aos educandos uma maior inserção na cultura digital que permeia as relações e costumes do século XXI, bem como possibilitar que assumam uma postura ativa em seus processos de aprendizagem.
Ficou curioso? Confira nos vídeos algumas das criações dos nossos jovens cientistas!

Construindo um carrinho de brinquedo

Construindo um protótipo de elevador com o uso de polias

Construindo uma catapulta

Construindo uma lixeira

Construindo a réplica de um poço artesiano

Planejamento estratégico e excelência no atendimento são temas de encontro

postado em: Publicações | 0

Em visita aos colégios da Rede Piedade de Educação, a equipe de assessoria de comunicação da Rede promoveu, em cada unidade, reuniões de planejamento estratégico com a equipe de gestores e treinamentos de excelência no atendimento ao cliente com os colaboradores. As atividades fortalecem um dos grandes diferenciais dos colégios da Rede Piedade: escolas acolhedoras que prestam serviços de alta qualidade.

Conduzida pelo relações-públicas, José Alessandro, por meio de técnicas de design thinking e matriz SWOT, a equipe de gestores dedicou um turno para pensar estrategicamente a escola de hoje e traçar planos para como serão as escolas do futuro.

Fazer parte uma história que, este ano, completa 130 anos de existência, foi a fala inicial do encontro com funcionários e professores. Em 2022, a Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade completa 130 de sua fundação. Esta história de acolhida e inclusão por meio da educação é um marco que permanece no DNA de todas nossas escolas, afinal, ao visitar cada uma, este é o grande diferencial apontado por famílias e colaboradores.

Em outro momento, o grupo pode vivenciar o treinamento “TTT – Atendimento ao cliente em escolas: todos o tempo todo”, utilizando-se de dinâmicas cênicas e de explanações de teorias e cases de sucesso, partilhando de momentos significativos que impactarão positivamente no dia a dia escolar.

Vem aí, a 8ª edição dos Jogos Estudantis da CIANSP unindo, novamente, os estudantes da Rede Piedade de Educação.

postado em: Publicações | 0
De 21 a 24 de outubro, em Belo Horizonte/MG, A ALEGRIA DA UNIÃO ESTARÁ NO AR com estudantes atletas dos colégios da Rede Piedade juntos, compartilhando novamente, a felicidade do reencontro.
 
VIII Jogos Estudantis da CIANSP – A alegria da união está no ar!
Belo Horizonte/MG – De 21 a 24 de outubro de 2022.
1 2 3 4 5 155