FIQUE POR DENTRO – 2018

Importante: Aniversário na Escola

Informativo 2018

Informativo: Entrada dos alunos

DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Art. 63 – O currículo é organizado levando-se em consideração a integração entre os aspectos físicos, espirituais, emocionais, cognitivos e sociais da criança, considerando que esta é um ser completo e indivisível. Os conhecimentos oferecidos para aprendizagem aproximam-se, o máximo possível, das práticas sociais e reais e integram a lógica de cada área do conhecimento humano. Os assuntos trabalhados com a criança guardam relações específicas com a lógica e com os níveis de (conhecimento prévio) em cada grupo e faixa etária, respeitando e propiciando amplitude de experiência cognitivas no interior das áreas específicas. Os programas e projetos são acessíveis a todas as crianças cumprindo um papel socializador, cujo trabalho propicia um desenvolvimento da personalidade infantil, através da aprendizagem interativa, sistematizada, diferenciada e diversificada.

Art. 64 – A Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até cinco anos de idade, em seu aspecto físico, psicológico, intelectual, social, moral e espiritual, complementando a ação da família e da comunidade (adaptação da Lei 9.394/96, Art.29).

Art. 65 – A ação educativa com as crianças até cinco anos de idade deverá possibilitar-lhes:

I – O desenvolvimento das capacidades de expressão e comunicação pelas diferentes linguagens e manifestações, sejam elas, oral, escrita, artística, gráfica, gestual, corporal e outras;

II – O desenvolvimento de responsabilidade, independência e auto-disciplina, de atitudes e valores de participação, intercâmbio, partilha e cooperação, com vistas à preparação para a autonomia;

III – O desenvolvimento da fruição estética, do conhecimento e da expressão artística em suas dimensões plástica, musical e cênica;

IV – A apropriação dos conhecimentos de leitura, com desenvolvimento da própria competência como escritor e como leitor, a descoberta e o cultivo do prazer no ato de ler e escrever;

V – A ampliação do conhecimento nas dimensões do saber, saber fazer, ser e viver junto;

VI – O desenvolvimento da estrutura lógico-matemática do pensamento;

VII – o estímulo e o desenvolvimento da curiosidade, do hábito de perguntar, da confiança em suas capacidades para pesquisar, imaginar, criar, responder, compreender e solucionar problemas;

VIII – O desenvolvimento do espírito científico e da consciência ecológica;

IX – O desenvolvimento de conhecimento, respeito e valorização das diferentes produções e manifestações culturais da sociedade em que vivem, e de outra sociedade, percebendo a diversidade existente;

X – a vivência de um ambiente religioso e das variadas manifestações celebrativas e culturais relacionadas à vida cristã, como iniciação na trajetória da experiência de fé;

Art. 66 – A Educação Infantil será ministrada em regime anual, com o mínimo de 200 dias letivos e carga horária mínima de 800 horas de efetivo trabalho escolar.

Art. 67 – A Educação Infantil tem como finalidade proporcionar condições ao aluno para:

I – Desenvolver harmonicamente suas potencialidades e habilidades;

II – Estimular o desenvolvimento das capacidades de ordem física, cognitiva, afetiva, estética, ética, de relação interpessoal e inserção social, dentre outros, complementando a ação da família e da comunidade;

III – Adquirir habilidades necessárias para construção do processo da leitura, escrita e cálculo, de acordo com os métodos de alfabetização que atentem à sua potencialidade e motivação;

IV – Despertar a criatividade como elemento de auto-expressão;

V – Ser capaz de construir o próprio conhecimento;

VI – Desenvolver a autonomia e senso crítico.

Abaixo uma importante e indispensável leitura

sobre o universo da Educação Infantil

5-benefícios-de-brincar